Lisa Ster Coy

Poesia e algo mais...

Taça de cristal

Talvez minhas lágrimas

Sejam a ânsia de encontrar
Alguém para amar.
Ou talvez alguém para iludir.

Mas até agora só tenho certeza
Que se for uma ilusão,
Ou um sonho de paixão,
Você estará sempre aqui comigo.

Se minhas lágrimas não forem de sangue,
Ofereço a ti numa taça de cristal
Para tomar de minha essência
Para sempre e eternamente sob a lua.

Vides em mim tua aurora
E eu vejo em ti minhas asas.
Aquelas que sem as quais não consigo voar,
Sem voar não posso sonhar
E sem sonhar não permito-me amar.

Devolva minhas asas

E me deixa voar por novos horizontes.

 

Por Lisa Stér Cöy. 

 

<Poesia anterior               Voltar para índice               Próxima poesia>

Faça parte de nossa rede. Para se cadastrar clique em Register, você poderá ter seu perfil pessoal para postar comentários, receber atualizações e novidades do site.