Lisa Ster Coy

Poesia e algo mais...

Eu sou

Eu sou a brisa que te rodeia

As folhas que caem da árvore

A pétala da rosa mais bela.

 

Tu és o orvalho que antecede a brisa

Que encharca as folhas caídas

Nos pés da árvore.

 

Eu sou o sangue

Tu és a artéria

De um mesmo coração.

 

Pois sem o sangue a artéria não vive,

E sem a artéria o sangue não tem rumo.

 

Por Lisa Stér Cöy. 

 

(Parte do livro "Sonhos, Amores e Ilusões...")

 

<Poesia anterior               Voltar para índice               Próxima poesia>

 

Faça parte de nossa rede. Para se cadastrar clique em Register, você poderá ter seu perfil pessoal para postar comentários, receber atualizações e novidades do site.